Atividades permanecem suspensas até o dia 5 de abril

Postado por admincasazul em 20/mar/2020 -

A Casa Azul Felipe Augusto, atenta à disseminação do Coronavírus (Covid-19) e à necessidade de resguardar a saúde dos beneficiários, colaboradores e parceiros, comunica que permanecem suspensas as atividades sociais da instituição até o dia 5 de abril. A decisão, tomada pelo comitê de emergência da Casa Azul, atende ao Decreto do Governo do Distrito Federal nº 40.539, que determina a interrupção de atividades públicas e privadas que possam gerar aglomerações de pessoas e, de forma involuntária, favorecer a proliferação do vírus. Sendo assim, com base no Decreto, em Nota Oficial e Portaria n° 27 publicadas pela Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes-DF) em seu site oficial na internet e no Diário Oficial do Distrito Federal, nos dias 11 e 18 de março, respectivamente, a Casa Azul destaca as seguintes providências:

 1 – Suspensão das atividades a todos os beneficiários desde o dia 12 de março;

2 – Redução da equipe de trabalho: colaboradores do grupo de risco como idosos, diabéticos, hipertensos, cardíacos, asmáticos, doentes renais passam a trabalhar home office. Os demais colaboradores exercem as atividades em sistema de escala; Nesse período, incentiva-se a todos os colaboradores a realização de capacitações online que permitam o desenvolvimento de novas competências.

3 – A unidade Sede da Casa Azul fica aberta à comunidade apenas para informações gerais ou para atendimento em caso específico de agendamento realizado pela equipe do Serviço de Apoio Psicossocial (SAP). O horário de atendimento será das 9h às 15h, de segunda a sexta-feira.

APOIO ÀS FAMÍLIAS

Como forma de minimizar os impactos das medidas e atendendo à Portaria n° 27 da Sedes – DF em observância à determinação da SUBSAS, que dispõe acerca da manutenção da alimentação ao público regularmente atendido, a Casa Azul deu início a doação de cestas básicas as famílias assistidas pela instituição no Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV). Para tanto, a equipe psicossocial desde o dia 19 de março faz a triagem das famílias conforme os relatórios sociofamiliares, a fim de priorizar a ordem de distribuição das cestas básicas aquelas famílias com maior vulnerabilidade e risco social, assegurando, de toda forma, o atendimento a todas as famílias atendidas pela OSC no SCFV. 

Metodologia de distribuição das cestas básicas:

  • Levantamento das famílias atendidas ;
  • Análise do relatório sociofamiliar;
  • Convocação das famílias via ligação telefônica;
  • Agendamento de horário para entrega das cestas junto às famílias de modo que não haja a aglomeração de pessoas;
  • Entrega das cestas básicas e coleta de assinaturas de recebimento;
  • Entrega de informativo institucional e instruções às famílias acerca dos métodos de prevenção para a não contaminação e proliferação do vírus Covid-19.          

A Casa Azul Felipe Augusto adota as estratégias supracitadas e enfatiza que neste momento de crise e incertezas faz-se necessária a união de todos na tentativa de amenizar os problemas que, certamente, atingirão em maior proporção as famílias mais vulneráveis.